Projeto Prata da Casa prorroga prazo para envio de obras audiovisuais para composição de catálogo

O curso de Cinema e Audiovisual do Centro de Comunicação, Turismo e Artes (CCTA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) prorrogou o prazo do projeto Prata da Casa, ação que consiste na convocação de seus alunos formados e formandos, para compor um catálogo com as suas produções audiovisuais realizadas durante o período da graduação. A nova data limite para envio dos dados é até 25 de novembro.

A atividade tem como objetivo catalogar e difundir a produção realizada através de diversos exercícios e desenvolvida em distintas disciplinas. Tais produtos culturais fílmicos podem ser compostos de animações, cinema expandido, cinema experimental, curtas-metragens, documentários, ficções, videoarte, videoclipe, videopoesia, vídeo mapping, instalações híbridas, longas-metragens, dentre outros.

A organização do projeto espera, com isso, a participação de todos os alunos graduados e graduandos do curso para compor o catálogo encaminhando seus dados e das suas obras. É preciso enviar o título da obra, sinopse, ficha técnica, imagens de divulgação, temática abordada pela obra, gênero e indicação de faixa etária. Alguns dados dos realizadores também devem ser enviados: nome completo, nome artístico, uma fotografia e uma pequena biografia.

Essas informações podem ser encaminhadas por meio do preenchimento de formulário eletrônico.

Depois de pronto o catálogo conterá os itens requeridos, de modo que esse levantamento acompanhado de pequenos recortes curatoriais subsidiará mostras que possam surgir oriundas de diversas demandas provindas de ações educacionais internas da UFPB ou externas à universidade.

Além de preservar a memória do curso e de um novíssimo cinema realizado na Paraíba, a atividade salvaguarda parte da cultura do Estado. O projeto Prata da Casa foi desenvolvido na disciplina Estágio Supervisionado I, ministrada pelo professor Hélder Nóbrega, com destaque para a participação dos discentes Jonny Herbert, Manoel Carneiro, Marla Melo e Matheus Menezes. O projeto conta ainda com o apoio dos professores Fernando Trevas Falcone, João de Lima Gomes e Carlos Dowling.

Por ser um catálogo com a produção filmográfica e videográfica dos alunos do curso desde a sua criação em 2012, essa ação é o primeiro passo organizacional para as festividades comemorativas relativas à primeira década de existência do curso de Cinema e Audiovisual da UFPB que acontecerá em 2022.

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected]

Texto: Ascom UFPB com informações do curso de Cinema e Audiovisual

Imagem: ufpb.br

Please follow and like us:
Social Share Buttons and Icons powered by Ultimatelysocial